TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Em Xambioá, Homem Suspeito De Praticar Vários Crimes Contra o Patrimônio é Preso Pela Polícia Civil

Data do post: 01/05/2021 02:34:51  Imprimir

Secretaria de Segurança PúblicaO principal suspeito já era investigado pela Polícia Civil desde o início do corrente mês.

Policiais Civis da 22ª Delegacia de Polícia de Xambioá, no norte do estado, efetuaram, na manhã da quinta-feira, dia 29, a prisão de um homem de 31 anos de idade, pela prática, em tese, de crimes de furto e roubo de veículos.

Coordenada pelo delegado-chefe da 22ª DP, Márcio Lopes da Silva, a ação foi deflagrada depois que os policiais civis, após investigações que se estenderam desde o início do mês de abril, reuniram fortes indícios que apontavam o indivíduo como sendo o autor de uma série de roubos e furtos de motocicletas, ocorridos ao longo deste mês, em Xambioá.

Com base nas investigações, a autoridade policial representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do investigado, pleito que foi deferido pelo juiz da Vara Criminal da cidade. De posse do mandado judicial, os policiais civis da 22ª DP localizaram o paradeiro do suspeito e efetuaram a prisão do mesmo, nesta manhã.

Conduzido até a sede da 22ª Delegacia, o homem foi ouvido pelo delegado, que em seguida, ratificou a voz de prisão e deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva em desfavor do homem de 31 anos de idade, que também é investigado por um crime de homicídio tentado contra uma comparsa que resolveu delatá-lo.

Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado à carceragem da Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.