TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Casal é Preso Pela PM Acusado de Roubo em Propriedade Rural e Receptação

Data do post: 18/06/2019 07:34:48 - Visualizações: (399)

Na noite desta sexta-feira, 14, o 4º Batalhão prendeu em Aliança do Tocantins, um homem, 28 anos e uma mulher, 25 anos, ambos acusados de roubo em propriedade rural e receptação.

Secom-TO Com os autores a PM localizou uma camionete GM/S10 cor prata, uma TV 43 polegadas, R$ 622,000 reais e 13 frascos de mel que haviam sido roubados dos proprietários da fazenda. Os policiais localizaram também uma motocicleta Yamaha Crypton cor preta, com registro de furto e/ou roubo, abandonada no local do crime pelos delinquentes e uma arma de fogo de fabricação artesanal, utilizada na prática delituosa.

O crime aconteceu numa fazenda situada no município de Aliança do Tocantins. A PM foi acionada pelas vítimas, um casal, que noticiou os fatos. Segundo eles, os autores chegaram à sua fazenda na motocicleta e os ameaçaram com o simulacro de arma de fogo. Em seguida, subtraíram os produtos e a sua camionete, tendo fugido logo depois.

Secom-TOAntes de fugirem os criminosos amarraram as vítimas e as trancaram num quarto da casa. Entretanto, o casal conseguiu se livrar das amarras e após se dirigirem até outra fazenda vizinha pediram socorro.

Assim que tomou conhecimento da prática delituosa a PM acionou o plano de cerco e bloqueio e interceptou o veículo próximo à cidade de Gurupi. Os autores receberam voz de prisão e todos os objetos roubados foram recuperados pelos policiais, que também apreenderam a arma utilizada na ação delituosa.

Os autores e o produto do roubo e da receptação foram apresentados na delegacia Central de Flagrantes para os devidos procedimentos.

Fonte: Secom/TO

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.