TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Tocantins Discutirá Plano Estratégico da Retirada da Vacinação Antiaftosa em Maceió

Data do post: 10/06/2019 13:48:30 - Visualizações: (229)

Mais de 10 estados estarão reunidos para discutirem gargalos e soluções com vistas à remoção da vacinação antiaftosa.

Adapec TocantinsEntre os dias 11 e 12 de junho, representantes da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) participarão da 2ª Reunião do Bloco III, que será realizada em Maceió. “Apresentaremos um panorama atual da atuação do Tocantins nas barreiras fixas e móveis que estão nas divisas com os estados que compõem esse bloco, para discutirmos possíveis direcionamentos”, disse o gerente de sanidade animal da Adapec, Sérgio Liocádio.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, explica que o Tocantins está elaborando um termo de cooperação técnica com as agências Adepará e Aged, dos estados do Pará e Maranhão, respectivamente, no intuito de intensificar a fiscalização nos limítrofes e coibir o trânsito clandestino de animais. “Para este ano já realizamos 60,5 mil fiscalizações nos postos fixos e nas abordagens de veículos, que correspondem a 40,36% das vistorias previstas para 2019, entre outras ações, para colaborarmos com a conquista da evolução do status sanitário”, destaca.

Na oportunidade do encontro, todos os estados que compõem o bloco III, mais o Tocantins, Sergipe e Bahia que estão no bloco IV apresentarão a situação quanto ao Plano Estratégico.

Blocos

O Brasil foi divido em cinco blocos, sendo que em cada um deles a vacinação será retirada em épocas diferentes. O bloco III, organizador dessa reunião, é composto pelos estados de Alagoas, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. Já o bloco IV, ao qual o Tocantins faz parte, incluem ainda os estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Sergipe, São Paulo e o Distrito Federal.

Fonte: ADAPEC Tocantins

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.