TOCANTINÓPOLIS:
Facebook Youtube Twitter
Siga-nos:

Mais Seis Envolvidos em Esquema Fraudulento no Concurso do Quadro Geral de Porto Franco (MA) Tem Nomeações e Posses Anuladas

Data do post: 08/04/2019 22:06:27 - Visualizações: (2903)

O esquema durante os 12 anos de mandato da turma dos "Macedo", era maior do que muitos imaginavam, a começar com funcionários fantasmas e nomeações fraudulentas em concurso público, só que, a justiça tarda mais não falha, e agora a casa está literalmente caindo para aqueles que insistem em viver da velha política de favorecimento.

Foto Reprodução Diário Oficial de Porto FrancoJá divulgamos aqui mesmo no site que a lista é extensa, a suspeita é de que pelo menos 100 pessoas tenham sido beneficiadas com nomeações às pressas logo depois do resultado da eleição de 2016.

A investigação está sendo minuciosa para não cometer injustiças, porém, a justiça tem sido feita para com os que tiveram notas superiores aos que foram nomeados por apadrinhamento político e pelo menos mais seis tiveram os atos de nomeações anulados.

Em publicação divulgada no Diário Oficial do município de Porto Franco na Edição de nº 66 de 04 de Abril de 2019, tiveram as nomeações e posses anuladas os nacionais:

01 - Clecília Costa que tomou posse no cargo de provimento efetivo Professor P-I;

02 - Elias Pereira de Sousa que  ocupava o cargo de provimento efetivo Professor P-I;

03 - Lusélia Milhomem Costa que havia sido nomeada também para o cargo de provimento efetivo Professor P-I;

04 - Maria Ricarte de Sousa, empossada irregularmente para o cargo de provimento denominado Agente Administrativo. Maria Ricarte é comadre do ex-deputado Deoclides Macedo, sendo esta esposa de um ex-candidato a vereador conhecido pela alcunha de "Tibúrcio" que lógico, também faz parte do grupo político do ex-deputado federal;

Foto divulgação05 - Valdemir Chaves França, tinha tomado posse para o cargo público de Agente Administrativo. Fervoroso defensor da oligarquia dos "Macedo", Valdemir é conhecido pela alcunha de Dimas Chavez, foi candidato a vereador nas ultimas eleições municipais pelo PRP acompanhando a tentativa de reeleição do ex-prefeito Adersinho, com o nome na urna de "Professor Dimas" nº 44456, conseguiu 305 votos ficando na 21ª colocação, não conseguiu se eleger vereador, mas, garantiu ser efetivado apressadamente no concurso.

Foto Reprodução Facebook06  - Joana Dark Pereira de Sousa que foi nomeada para o cargo de Agente Administrativo, foi provavelmente agraciada com a nomeação graças a fervorosa paixão política que seu esposo, Romildo Chaves Marinho, demonstra pelos ex-mandatários políticos, Deoclides e Valéria Macedo. Romildo chegou a gravar um vídeo exaltando os dois políticos derrotados na ultima eleição.

Assista no vídeo abaixo:

Uma pergunta que alguns munícipes tem feito, é sobre o porquê da demora para se investigar esses casos, já que as eleições municipais se aproximam, e os opositores alegam estar havendo perseguição política. A resposta é fácil. Falta de documentação, pois no início do mandato do atual gestor Dr. Nelson Horácio, vasta documentação que continha informações sobre os funcionários simplesmente desapareceu, inclusive na época, a polícia civil chegou a prender o ex-prefeito Aderson Marinho Filho juntamente com três ex-secretários e o contador da época a gestão de Adersinho.

Para tentar resolver o problema causado pela documentação desaparecida, a atual gestão realizou um recadastramento de todos os funcionários, e assim as investigações seguem como deveriam.


Fonte: Redação do Tocnoticias

ATENÇÃO!

Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.