Tocantinópolis - TO
Tocantinópolis - TO
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Em Sítio Novo Do Tocantins, Homem Suspeito De Agredir, Ameaçar e Estuprar a Ex-Esposa é Preso Pela Polícia Civil

Data do post: 23/07/2021 20:56:20  Imprimir 

Secretaria de Segurança PúblicaCrimes teriam sido motivados porque o autor não aceitava o fim do relacionamento.

Encontra-se recolhido na Cadeia Pública de Araguatins, no extremo norte do Estado, um homem de 34 anos, que é suspeito de agredir, ameaçar e também estuprar a ex-esposa, fatos ocorridos nos últimos dias na cidade de Sítio Novo do Tocantins.

De acordo com o delegado-chefe da 15ª Delegacia de Sítio Novo, Antônio Bandeira, o suspeito que foi casado com a vítima por 14 anos e estava separado da mulher há cinco meses, mas não se conformava com o fim do relacionamento e passou a agredir e ameaçar a ex-companheira em inúmeras ocasiões, sendo que no dia 20 do corrente mês, o suspeito mais uma vez procurou a vítima e a ameaçou dizendo que a mataria, se ela se relacionasse com outra pessoa.

“Após um extenso histórico de agressões e ameaças, no último dia 21 de julho, o investigado novamente foi até a casa da ex-esposa e após agredi-la, acabou praticando estupro contra a mesma”, disse o delegado. A vítima denunciou os fatos à Polícia Civil, sendo que, de imediato, o delegado Antônio Bandeira, representou pela prisão preventiva do autor, que foi deferida pela Vara Criminal da Comarca de Itaguatins e cumprida nesta sexta-feira, quando os policiais civis localizaram o suspeito em uma chácara na zona rural de Sítio Novo.

Após as providências legais cabíveis, o homem permanecerá à disposição do Poder Judiciário, na Cadeia Pública de Araguatins.

 

Fonte: Secretaria de Segurança Pública

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.