Tocantinópolis - TO
Tocantinópolis - TO
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Conselho Seccional Da OAB Requer Retorno Do Atendimento Presencial Imediato Do Judiciário

Data do post: 22/07/2021 21:00:19  Imprimir 

OAB TOO Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins cobrou durante reunião do colegiado nesta quinta-feira, 22, o retorno do atendimento presencial no Sistema de Justiça. O Tribunal de Justiça do Tocantins foi representado na ocasião pelo juiz auxiliar da Presidência do TJTO, Manuel de Faria.

A OAB/TO destacou a ineficiência atual do Balcão Virtual, as constantes instabilidades no Sistema e-Proc e destacou a dificuldade de acesso da advocacia aos magistrados e servidores, que se intensificou no período da pandemia.

 “A ineficiência do atendimento virtual no TJ/TO é o maior obstáculo ao trabalho da advocacia atualmente, e consequentemente, o maior entrave para que o jurisdicionado acesse seus direitos. Por isso requeremos ao órgão o retorno imediato do atendimento presencial, destacou o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga.

Os dirigentes da Ordem reforçaram sua posição de manter o diálogo junto ao TJ/TO e apontaram os esforços na oferta do atendimento telepresencial nesse momento excepcional da pandemia. Muitas especialidades da advocacia atendem clientes que sequer tem acesso a uma internet de qualidade ou sabem operar as novas tecnologias para participar de uma audiência. A advocacia precisa trabalhar e o cidadão não pode ficar refém da ineficiência da justiça telepresencial. É imprescindível que o retorno presencial aconteça imediatamente”, defendeu a vice-presidente da OAB/TO, Janay Garcia.

Fonte: OAB TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.