Tocantinópolis - TO
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter
rhana_ar_condicionado_1015x150_gif

Dupla Suspeita De homicídios Na Cidade De Estreito é Presa Em Operação Realizada Pela Polícia Militar e Polícia Civil

Data do post: 28/06/2021 02:08:57 Imprimir -  Compartilhar

PM MAEles são suspeitos de terem praticado mais de dez assassinatos na cidade.

Dois jovens foram presos no Bairro da Areia em Estreito (MA). Foi cumprido mandado de prisão expedido pela 1º Vara de Estreito, contra T. C. L de 21 anos e F. O. S. conhecido por “Caveirinha” de 23 anos.

Ao perceber a presença dos policiais, T. C. L tentou fugir pelo telhado da casa, sem sucesso. Foi necessário a PM realizar um disparo de arma de fogo na tentativa de conter o conduzido, para que ele não fugisse do local.

O acusado ainda tentou reagir a prisão, sendo necessário os policiais militares fazerem o uso da força para contê-lo. Foi encontrado com ele, uma Pistola Taurus PT .380, municiada e carrega, pronta para o uso.

Na residência do acusado foram encontrados oito aparelhos celulares novos, dois relógios, um notebook, cartões de crédito, R$ 36,00, embalagens, uma porção de maconha e uma moto Honda CG 150.

O acusado contou aos policiais, que recebeu os objetos de uma outra pessoa, a qual estaria lhe devendo uma arma de fogo. Citou ainda que a mercadoria teria sido roubada de uma loja na cidade de Marabá, no estado do Pará.

O segundo acusado “Caveirinha”, foi preso enquanto dormia na residência onde mora.

A dupla é suspeita de terem praticado vários homicídios na cidade de Estreito (MA), inclusive a arma de fogo apreendida é igual a utilizada nos homicídios.

Eles ficarão a disposição da justiça, onde cumprirão os seus mandados de prisão de Estreito e Palmas (TO).

Fonte: PM MA

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.