TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Parceria Entre Segurança Pública e Detran-TO Resulta Na Entrega Pelo Governo Do Tocantins Da Nova Sede Da Delegacia De Furtos e Roubos

Data do post: 17/09/2020 15:40:42 - Visualizações: (196) Imprimir

Secretaria de Segurança Pública-TOEntregue nesta quarta-feira, 16, a nova unidade já está em funcionamento, facilitando, dessa forma, o atendimento integrado à população.

Numa parceria da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-TO) e do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO), o Governo do Tocantins oficializou nesta quarta-feira, 16, a entrega da nova sede da Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA).  Na oportunidade, Segurança Pública e o Detran-TO firmaram também um Termo de Cooperação Técnica para trabalharem de forma compartilhada e integrada. O objetivo é gerar atendimento mais ágil e combater, de forma mais efetiva, os crimes de furto e roubo de veículos.

Para o secretário da Segurança Pública, Cristiano Barbosa Sampaio, a nova unidade, que já está em funcionamento, representa os esforços conjuntos da Segurança Pública e do Detran-TO para que o Governo do Estado ofereça melhor atendimento à população e combata, com maior efetividade, os crimes relacionados a furtos, roubos e clonagens de veículos.

Para o presidente do Detran-TO, Cláudio Alex Vieira, ter a sede da delegacia de furtos e roubos na área do Departamento Estadual de Trânsito é uma conquista de todos. Do Governo do Estado, da Segurança Pública, do Detran-TO e, principalmente, da sociedade, que passa a ter atendimento mais ágil em suas demandas veiculares.

A delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Souza, por sua vez, destacou a que a implantação da DERFRVA na área do Detran-TO é um exemplo de integração e que isso beneficiará, sobremaneira, o atendimento à população e o combate à criminalidade.

Representando o Ministério Público Estadual do Tocantins (MPE-TO) estava a coordenadora do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizadora (Gaeco), promotora de justiça Maria Natal, e a assessora da Procuradoria Geral de Justiça do Tocantins, promotora Cynthia Assis de Paula. Em nome do MPE-TO, a promotora Cynthia Assis comentou a importância da nova sede da DERFRVA e ratificou a parceria do Gaeco no combate ao crime organizado.

O delegado-chefe da DERFRVA, Rossílio Sousa Correa, agradeceu o empenho da Segurança Pública e do Detran-TO para viabilizar a implantação da unidade e destacou o papel da delegacia no combate aos crimes de furtos, roubos e clonagens de veículo no Tocantins e em sua Capital.

Cooperação

O Termo de Cooperação Técnica assinado nesta quarta-feira, 16, prevê o trabalho compartilhado entre Polícia Civil do Tocantins e Detran-TO, permitindo maior agilidade na identificação de veículos com irregularidades. Ou seja, policiais civis terão acesso ao Sistema DetranNet e, os servidores do Detran-TO ao sistema Capivara da Polícia Civil. O trabalho conjunto incluirá, ainda, a realização de exame técnico pericial veicular por peritos oficiais em favor do Detran-TO, expedição de carteiras funcionais aos fiscais de trânsito, o compartilhamento de espaços físicos e disponibilização de servidores para prestação de serviços afetos às SSP-TO e ao Detran-TO.

O documento prevê ainda a instalação de elevadores automotivos, por parte da SSP-TO, para o uso no exame técnico pericial veicular. Em Palmas, o elevador foi instalado nas novas dependências da DERFRVA – Palmas. Da parte do Detran-TO, por sua vez, foi assegurado que o Departamento irá se manifestar favoravelmente a eventual projeto de lei que destine ao Fundo para Modernização da Polícia Civil do Tocantins 50% do produto de arrecadação da taxa que tenha como fato gerador o exame técnico pericial veicular, caso seja realizado por perito oficial do Tocantins.

 

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.