TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

PM Prende Mulher Por Furto e Corrupção de Menores

Data do post: 18/03/2020 16:10:51 - Visualizações: (292) Imprimir

PM-TO Uma mulher de 37 anos foi detida no estacionamento de um supermercado na cidade de Araguaína, na manhã de terça-feira, 17, após cometer furto no estabelecimento comercial, com a ajuda de uma adolescente de 16 anos.

O crime foi percebido pela equipe de segurança da empresa, que acionou a PM via 190, ao perceber a prática criminosa. Os seguranças foram ao encontro da suspeita que já havia guardado os objetos furtados no bagageiro de uma moto Honda Biz. Ela empreendeu fuga ao perceber que os seguranças se aproximavam, conseguindo invadir um veículo onde o condutor foi abordado por ela alegando que estava se sentindo mal.

O condutor do veículo invadido pela suspeita ao perceber a chegada da PM, sinalizou para a guarnição que prontamente atendeu e abordou a suspeita. Segundo a mulher, uma adolescente de 16 anos, sua filha, estava lhe ajudando na prática criminosa, no entanto ela já teria fugido do local. A equipe de segurança apresentou aos policiais a motoneta com o bagageiro contendo 50 latas de energéticos de maraca Red Bul furtados no estabelecimento.

Com intuito de localizar a adolescente envolvida, a equipe policial foi até a residência da autora onde encontrou a menor, sendo também encontrados três aparelhos celulares de origem incerta.

Todos envolvidos e o material foram conduzidos à Central de Flagrantes, onde a autora foi autuada pela prática dos crimes de furto e corrupção de menores, contra a menor foi registrado um Boletim de Ocorrência e os produtos do ilícito serão submetidos à perícia técnica.

Fonte: PM-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.