TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

PM Prende Duas Pessoas Acusadas de Tráfico de Drogas Sintéticas no Circuito de Carnaval

Data do post: 24/02/2020 14:23:26 - Visualizações: (270) Imprimir

PM-TO A Polícia Militar (PM) prendeu na madrugada desta segunda-feira, 24, no circuito de Carnaval de Gurupi, dois homens 20 e 24 anos, ambos acusados de tráfico de drogas. Em poder dos autores os policiais localizaram e apreenderam R$ 258,00 reais, dois tubos de lança perfume, 36 frascos de "loló", 38 comprimidos de ecstasy, nove invólucros de cocaína, 17 papelotes de LSD, um aparelho celular e uma máquina de cartão “Mercado Pago”.

Ambas as prisões aconteceram na Avenida Pará esquina com a Avenida Beira Rio, região central, no local onde acontece o carnaval. Uma das intervenções foi motivada por denúncia sobre suspeita de que um dos autores estaria comercializando entorpecentes. O homem foi localizado e submetido à busca pessoal, sendo encontrado os produtos entorpecente dentro de uma bolsa que ele portava consigo, inclusive, a máquina de cartão.

PM-TO O outro autor, que também se encontrava no circuito de carnaval, foi abordado por uma equipe de militares da Força Tática, após ser flagrado comercializando droga. Parte dos entorpecentes foram localizado com ele e o restante estava dentro do seu veículo.

Ambos os autores receberam voz de prisão em flagrante e juntamente com todo o material apreendido foram apresentados na delegacia Central de Flagrantes para as devidas providências. Os dois homens residem no Estado de Goiás e confessaram que vieram ao Carnaval de Gurupi com o propósito de comercializar as drogas.

Fonte: PM-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.