Tocantinópolis - TO
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter
rhana_ar_condicionado_1015x150_gif

Polícia Militar Prende Homem com Documento Falso

Data do post: 05/07/2019 15:16:51 Imprimir -  Compartilhar

Ascom 2° BPMEle disse que tinha emprestado três folhas de cheques para conhecidos que não sanaram os débitos, seu nome foi parar no SPC, ele os cobrou que sanassem os débitos, entregaram-lhe as cartas de anuência que destacavam terem sanado as dívidas, contudo foi constatado que tais cartas eram falsas. Ele disse que não sabia que eram falsas. Foi preso e autuado por uso de documentos falsos.

A prisão aconteceu às 16h20 desta quinta-feira, 04, em uma agência bancária localizada na Av. Cônego João Lima, Setor Entroncamento, em Araguaína-TO, onde um homem de 53 anos tentou limpar seu nome do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) apresentando quatro cartas de anuência que destacavam ter sanado débitos em seu nome, contudo, restou comprovado que três dessas cartas eram falsas, constatando que a autenticidade do Cartório de Aragominas-TO referente a elas não correspondia.

Questionado a respeito, o infrator da lei declarou que não sabia que tais documentos eram falsos e destacou que tinha emprestado três cheques para terceiros que posteriormente não sanaram as dívidas e, portanto, seu nome terminou registrado no SPC, sendo que foi cobrar os devedores que informaram ter sanado os débitos e, assim, providenciariam aquela documentação para que limpasse seu nome.

A Polícia Militar deu-lhe voz de prisão e o conduziu juntamente com os documentos falsos para a DP de Plantão onde foi devidamente autuado por uso de documentos falsos.

Fonte: Ascom 2° BPM

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.