TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Para Incentivar o Alcance de Metas e Indicadores, TJTO Institui Prêmio Justiça Eficiente

Data do post: 24/01/2020 20:16:02 - Visualizações: (200) Imprimir

Tribunal de Justiça-TO “Não vamos poupar esforços para alcançar todas as metas e melhorar ainda mais o trabalho prestado ao cidadão, buscando agora o selo diamante do Prêmio CNJ de Qualidade”, destacou o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), desembargador Helvécio Maia, na manhã desta sexta-feira (24/1), durante o segundo dia do encontro que reúne magistrados e servidores, no Pleno do Tribunal.

Na oportunidade, o presidente destacou o trabalho desempenhado pelos juízes e servidores que garantiram ao TJTO o selo Prata CNJ de Qualidade em 2019, bem como anunciou a criação do Prêmio Justiça Eficiente, que envolverá magistrados e servidores da Justiça tocantinense.

O assessor de projetos da Coordenação de Gestão Estratégica, João Ornato Brito detalhou o resultado do CNJ de Qualidade 2019, mostrando a estrutura dos indicadores e metas divididos nos eixos de produtividade, governança e transparência.

“Foi demonstrado o que conseguimos em 2019 com base em 2018, e estamos tentando melhorar. Já temos o Selo Prata e queremos buscar diamante neste ano, e pra isso precisamos melhorar os indicadores e os juízes foram chamados para contribuir, principalmente na parte que envolve a proatividade”, ressaltou o assessor.

Prêmio

Tribunal de Justiça-TO Como forma de incentivar o trabalho dos magistrados e servidores, o TJTO instituiu o Prêmio Justiça Eficiente que será concedido às Unidades Jurisdicionais de 1° grau que se destacarem no cumprimento do Indicador de Composição, baseado na metodologia da Justiça em Números do CNJ. O objetivo é o reconhecimento da excelência dos trabalhos desenvolvidos e promover incentivo à melhoria da eficiência na prestação jurisdicional e na gestão judiciária.

“Mais do que cumprirmos as metas do CNJ, temos um compromisso com a qualidade do serviço prestado ao cidadão, essa é a nossa prioridade. Acredito no trabalho em conjunto de todos os servidores do Poder Judiciário e tenho certeza que iremos alcançar nossos objetivos. A Corregedoria sempre teve o papel de orientar cada magistrado e não apenas exercer uma função punitiva”, avaliou o corregedor-geral da justiça, desembargador João Rigo Guimarães.

Fonte: Tribunal de Justiça-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.