TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Conselheiros Tutelares de Luzinópolis São Empossados na Câmara Municipal

Data do post: 17/01/2020 17:28:19 - Visualizações: (862) Imprimir

Foto Divulgação Câmara de LuzinópoisForam empossados no plenário da câmara municipal de Luzinópolis no ultimo dia 10 de Janeiro, os cinco conselheiros Tutelares eleitos para a gestão 2020/2024.

A posse foi realizada em uma sessão solene, no qual a prefeitura municipal e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, juntos em sessão solene, diplomaram os conselheiros.

Participaram do evento os Vereadores Agleydsow Soares de Sá (PR), Cristiane Cardoso Costa, e o Presidente da casa de leis Márcio Ned Pereira da Silva Labres. A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente Elesane de Sousa Mota abriu a sessão solene, onde o prefeito Interino Antonio de Sousa Sobrinho (Pimenta) Deu posse aos conselheiros.

Foi registrada também as presenças dos secretários Municipais: Marcone Lopes (Agricultura) Patrícia (Administração) Jhon Enos (Assistência Social) e José Gonçalo da Costa (Zezinho) Secretário de Cultura e Turismo que abrilhantou a festa com uma apresentação Musical.

Estavam também no evento,  ex-prefeito Antonio Novato, pai do atual prefeito, o ex-conselheiro Tutelar Domingos Carneiro além de vários amigos e familiares dos conselheiros eleitos em 2019.

Os empossados são: Lidiane Avelino Pereira, Jucicleia Sousa Castro, Leidiane Sá da Silva, Osvaldina da Silva Dias, Tamires Castro Guimarães.

O mestre de cerimônias foi o senhor Roberson Silva que conduziu as atividades da solenidade de posse na noite do dia 10 de janeiro de 2020.

Fonte: Ascom/Câmara de Luzinópolis

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.