TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Polícia Militar Prende Homem Por Utilizar Criança Para Prática de Mendicância

Data do post: 11/11/2019 14:15:05 - Visualizações: (576) Imprimir

Ascom 2° BPM A Polícia Militar prendeu um homem suspeito de ter utilizado sua filhinha de apenas nove meses para praticar mendicância na tarde deste sábado, 09, no Setor Entroncamento, em Araguaína -TO. Uma Conselheira Tutelar tomou conhecimento e acionou os Policiais Militares que deslocaram imediatamente no local do ocorrido, resgatou a criança das mãos do homem que estava alcoolizado e, alterado, aparentando estar sob efeitos de entorpecentes, o imobilizou e o prendeu.

Acionadas via 190, a equipe da Polícia Militar deslocou-se na Av. Cônego João Lima, onde uma Conselheira Tutelar informou que o acusado, homem de 26 anos, se encontrava visivelmente alcoolizado e com sintomas de estar sob efeito de entorpecente e tendo sob seu poder sua filha, bebê de nove meses, a utilizando, segundo testemunhas, para praticar mendicância.

Diante dos fatos, a Polícia Militar deu-lhe voz de prisão, sendo que o acusado se apresentava bastante alterado e agressivo, declarou que não entregaria sua filha para a Conselheira Tutelar, desobedecendo, assim, ordem legal e partiu a desacatar os Policiais Militares com palavras de baixo calão, havendo a necessidade de fazer uso de força legal e proporcional para conter a sua agressividade, imobilizá-lo e detê-lo.

Ele foi conduzido juntamente com os R$ 78,00 (o dinheiro que supostamente recebeu de populares) para a DP de Plantão onde foi devidamente autuado por utilizar criança para prática de mendicância, por desobediência, por resistência e por desacato. A criança foi entregue pela Conselheira Tutelar para a avó materna, a qual ficou sob os seus devidos cuidados legais.

Fonte: Ascom 2° BPM

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.