TOCANTINÓPOLIS
TOCNOTÍCIAS Vocês Fazem a Notícia, Nós Apenas Divulgamos!
Siga-nos
Facebook Youtube Twitter

Com Saldo de 40 Policiais Motivados, Termina em Porto Nacional a 7ª Edição da Academia Itinerante da SSP

Data do post: 09/11/2019 19:13:31 - Visualizações: (648) Imprimir

Secretaria de Segurança Pública-TO Prestigiaram a solenidade de conclusão do curso o secretário da Segurança Pública, Cristiano Barbosa Sampaio, a delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Sousa, o Diretor da Espol, delegado Ronie Augusto Esteves, e o delegado regional de Polícia Civil de Porto Nacional Diogo Fonseca, entre outros representantes do staff da SSP.

Ao longo da semana, aulas teóricas e práticas movimentaram o efetivo da 6ª Delegacia Regional de Polícia Civil. Em período integral, os mais de 40 alunos, entre delegados, agentes e escrivães tiveram acesso a conteúdos como: Normas aplicadas à Polícia Civil, Interceptação Telefônica e Lavagem de Dinheiro, Uso de Novas Tecnologias no Trabalho Policial, Homicídio e locais de crimes diversos e morte violenta, Crimes Cibernéticos, Noções de Operações Aéreas, Palestra sobre o novo estatuto da Polícia Civil e Identificação Veicular, Na parte prática, foi ministrada pelo Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE), Unidade de Elite da Polícia Civil do Tocantins, capacitação em tiro, e aulas com conteúdos específicos da Polícia Científica.

Encerramento

Durante a solenidade de encerramento do curso, o secretário da Segurança Pública, Cristiano Sampaio, em seu discurso, enalteceu e parabenizou todos os policiais civis, que participaram  da 7ª edição do projeto Academia Itinerante. Ele ressaltou que a importância do evento, assinalando que o objetivo é proporcionar à sociedade uma Polícia Civil mais preparada, capacitada e ainda mais atuante no combate e prevenção à criminalidade. O Secretário apresentou um breve balanço das ações já realizadas pela Pasta, destacando pontos como a reestruturação da Polícia Civil, a construção do Novo Manual de Conduta da Instituição, a redução dos índices de criminalidade em várias regiões do Estado, a valorização dos policiais civis e demais servidores com cursos e capacitação constantes, além de ressaltar a implantação do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (PESSE).  “A academia Itinerante é uma oportunidade ímpar para que os policiais civis possam se atualizar, trazendo novas formações, capacitações e técnicas", frisou Cristiano Sampaio.

A delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra, enfatizou o aspecto de valorização dos policiais civis por ocasião da realização do projeto Academia Itinerante, destacando que o investimento na capacitação do policial civil se traduz em benefícios para todos os cidadãos. “O projeto Academia Itinerante vem trazer não só mais capacitação, mas também, tem o objetivo de valorizar a todos os policiais civis do interior do Estado. Além disso, é uma forma de integralização dos policiais civis das diferentes cidades, o que resultará na redução dos índices de criminalidade, trazendo maior interação com a sociedade e mais sensação de segurança a todos os cidadãos”, declarou.

Secretaria de Segurança Pública-TO Para o diretor da Espol, delegado Ronie Augusto Esteves, a realização do projeto Academia Itinerante é muito gratificante, pois se converge em uma oportunidade única para a troca de experiências, conhecimentos, além proporcionar aos policiais civis acesso à novas técnicas de investigações e novas tecnologias que visam melhorar a atuação policial. “Como os policiais civis do interior estão mais afastados da Capital, o projeto acaba por proporcionar capacitação, integração, harmonia, possibilitando também o acesso a novas ferramentas de investigações, sobretudo, em crimes cibernéticos, prática que hoje representa expressiva parcela de ilícitos praticados no País", aponta o diretor.

Entusiasmo

Em sua avaliação da Academia Itinerante, o delegado regional de Porto Nacional, Diogo Fonseca, afirmou que o projeto trouxe resultados muito positivos e que isso é constatado pelo entusiasmo e o empenho com que os policiais civis da 6ª DRPC participaram das aulas práticas e teóricas. “Esse momento de congregação e capacitação é muito importante para todos os policiais civis, pois assim, temos uma Polícia Civil mais forte e cidadão, e totalmente alinhada e em sintonia com as modernas práticas investigativas adotadas pelas melhores polícias do mundo”, ressaltou o delegado.

Para o agente de polícia, Juraci Nunes Carvalho, a semana foi proveitosa em todos os aspectos, pois as aulas teóricas e práticas serviram de motivação, tanto para a melhora das atividades desempenhadas cotidianamente nas Unidades policiais, como para elevar a autoestima. A escrivã de polícia, Marcivânia Ferreira de Souza, por sua vez, classificou o projeto como uma ótima oportunidade de aprimorar as técnicas policiais e adicionar novos conhecimentos que serão muito úteis no desempenho das funções cotidianas. “Estávamos muito ansiosos para o início dos cursos e palestras, uma vez que como policiais civis e seres humanos devemos estar em constante evolução e posso afirmar com certeza que, os conhecimentos e novas técnicas adquiridas e aprimoradas ao longo desta semana em muito nos ajudarão a atender melhor a população e sermos policiais civis ainda mais eficientes e prestativos”, disse.

O projeto

O Projeto Academia Itinerante integra o plano de fortalecimento e reestruturação da Polícia Civil, da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP – TO) e congrega a Política de Gestão de Pessoas prevista no Eixo Desenvolvimento Humano e Organizacional do Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (PESSE).

Fonte: Secretaria de Segurança Pública-TO

ATENÇÃO!
Os comentários do Portal Tocnoticias via Facebook, são de inteira responsabilidade do autor, comentários impróprios poderão ser denunciados pelos outros usuários, acarretando até mesmo na perda da conta no Facebook. Procure escrever de maneira clara para que todos possam entendê-lo. Evite o uso de palavrões, acusações sem provas, discriminação ou difamação.