Em Cachoeirinha (TO), Presidente da Câmara Empresta Único Veículo Oficial da Câmara Para a Namorada Transitar Entre Cidades

Data do post: 17/10/2019 00:51:10 - Visualizações: 3709

Foto Divulgação WhatsappEm meio à uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), proposto por cinco vereadores da oposição, em conluio com o presidente da Câmara Ranniery Miranda Almeida (PP-TO), que para alçar ao cargo de presidente da casa de leis também virou oposição, um novo escândalo está dando o que falar na cidade, com os frequentes passeios da namorada de Ranniery  com a motocicleta oficial da câmara.  

Flagrante em foto foi registrado por um morador que disse ter cansado de ver a pouca vergonha do presidente da Câmara Municipal usar a motocicleta, único veículo oficial da casa de leis como se fosse pessoal dele, onde ele empresta para a namorada que não possui CNH, transitar entre São Bento do Tocantins, cidade onde ela reside, para visitar o vereador Raniery Miranda Almeida (PP-TO) em  Cachoeirinha (TO).

Foto Divulgação WhatsappAs fotos imediatamente começaram a circular nos grupos do aplicativo Whatsapp onde em uma das postagens um morador da cidade escreveu: "Moto da câmara, agora a serviço da namorada do Presidente! Fica de esperto tem gente de olho".

A foto do veículo, uma Honda CG Titan de Cor Vermelha devidamente adesivada com a identificação da câmara e os dizeres: "Uso exclusivo em serviço", foi tirada no dia 1º de Outubro deste ano, e para comprovar a veracidade do fato, o denunciante cita que basta pedir as imagens das câmeras de segurança do único posto de combustível da cidade entre sete e oito horas da manhã na data citada que poderão ver em vídeo a namorada de Ranniery abastecendo a motocicleta tranquilamente para se deslocar até a sua cidade depois de ter supostamente passado a noite em Cachoeirinha com o namorado.

Foto Reprodução Portal da TrasnparenciaEm uma rápida pesquisa no portal da transparência da câmara encontramos pagamentos nos valores de R$ 745,38 (Setecentos e quarenta e cinco reais e trinta e oito centavos), para o fornecedor I. M. Macedo e Cia Ltda referentes a despesas com aquisição de litros de gasolina  para abastecimento da motocicleta de propriedade da casa de leis. Vale ressaltar que os  pagamentos são datados do dia 30/05 (R$ 240,09), 25/03 (R$ 225,18), e 27/09 (R$ 280,11), ambos deste ano de 2019.  

Agora resta saber qual será a atuação dos demais vereadores, se haverá o chamado conluio de companheirismo, ou se os demais camaristas tomarão alguma atitude assim como estão fazendo contra o prefeito através de uma CPI.

 



Fonte: Redação do Tocnoticias